9 de outubro de 2010

Eclectismos

Tal como em tudo na minha vida também na blogosfera tenho um gosto variado e são vários os blogs que me despertam a atenção, uns porque são muito bem escritos e reflexivos; outros porque são apaixonados por algum tema em particular (fotografia, literatura, etc) e espelham-no de uma forma interessante e inteligente; outros ainda porque me fazem desejar ser dotada para a culinária/doçaria; outros porque me inspiram para a decoração, bricolage e coisas domésticas e outros simplesmente porque são bem humorados. Posto isto, não enquadro este blog em nenhuma categoria uma vez que se fala de tudo e de nada; não ruma em nenhuma direcção específica; não é metódico na sua periodicidade ou na escolha da temática; os posts são espontâneos sem agendamentos nem rascunhos; a escrita e as ideias não são originais ou especialmente inteligentes; o humor também não é o meu forte e do meu trabalho que é a minha paixão e se funde com um hobbie evito escrever sob pena de não "falar" de outra coisa. Talvez seja um reflexo desse eclectismo, talvez seja reflexo de indefinição, insegurança ou de outra coisa qualquer que não queira traduzir. Talvez não seja exactamente como eu gostaria e imaginei (um espaço onde conseguira lidar com as palavras) mas fez um ano (ainda que com algumas interrupções) que o inaugurei, pouco depois de ter descoberto a blogolândia, e se me arrependo de alguma coisa é só mesmo de ter extinguido a sua primeira parte (De Horas Contadas) num acto impulsivo e irreflectido.

2 comentários:

  1. Olá!
    Sigo várias temáticas mas gosto mais dos blogues sem tema, porque são espontâneos, surpreendem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ana, pois é verdade nunca sabemos o que encontraremos lá! beijinhos

    ResponderEliminar