20 de novembro de 2010

Estado Clínico

A expectativa crónica ou a acção de "criar" expectativas acerca de algo coloca o paciente num estado de grande vulnerabilidade susceptível ao desenvolvimento de desilusão aguda com sintomas variados como suores frios, dores de estômago, insónia ou sono em excesso, tremores, mudez, entre outros.
A terapeutica a adoptar depende da natureza do paciente mas pode prescrever-se a leitura e/ou a toma de um tranquilizante sendo Diazepam o mais comum e o visonamento de uma novela (ou várias) até que faça efeito.
 Relativamente ao tratamento profiláctico (prevenção da mesma) recomenda-se não esperar grande coisa de coisa alguma. 

3 comentários:

  1. Olá!
    A mim é o sono, quando ando menos bem farto-me de dormir! e este tempo não ajuda nada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Ana! É verdade, quando estou aborrecida ou chateada, triste ou qualquer coisa assim mais down só me apetece enfiar na cama e dormir para sempre... mas depois o meu filho ficava negligenciado e deixava de haver roupa lavada e era despedida e a comida estragava-se no frigorífico e a casa ganhava teias de aranha e...pronto, não dá ;)

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que há algo que ajuda... :)

    ResponderEliminar