24 de março de 2011

Sinais

Há muito que percebo pequenos sinais de que a vida é mais do que nos é dado a compreender. São as pequenas coisas que parecendo acasos, coincidências, não o são. São as pessoas que chegam até nós, que tocam a nossa vida e fazem a diferença, muitas vezes não presencialmente. São os abraços que nos chegam de muitas formas, com ou sem braços. São os momentos em que percebemos um propósito maior nas nossas ações. São as certezas que temos sem saber como. São os medos, as dores de alma e as comoções sem explicação. São muitos os sinais, discretos, sorrateiros, mais percetíveis por uns do que por outros. Cada vez mais acredito que a vida não é só isto, o habitarmos este planeta durante um período tão curto. Acredito que somos peões de um grande jogo do qual muito poucos saberão as regras, pelo menos neste plano. Haverá um momento da revelação. Quando o invólucro de mim perecer sei que vou dizer " Se soubesse o que sei hoje..."   

3 comentários:

  1. Olá!
    Concordo contigo e cada vez mais!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. :) Deixo sorrisos, e a minha concordância...

    ResponderEliminar
  3. Nesse dia, vai aproveitar o que sabe, não para olhar para trás e lamentar, mas para viver outra vez. ;-)

    bjs

    ResponderEliminar