10 de julho de 2011

(In)seguranças

Quando só e em locais públicos caminha rápido, passos firmes ( sabe-se que está a chegar sem ainda ser vista), direita, não vê ninguém e só pára no seu destino, vá passear, fazer compras ou trabalhar.
Talvez isto se confunda com arrogância mas é só um camuflar as inseguranças que as fragilidades só se permitem portas dentro.

2 comentários:

  1. Eu ando sempre assim mas é porque sou muito distraída, acontece-me muita vez passar por alguém conhecido e não dou por ela. depois é que me dizem, e devo passar por antipática.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ana- Pois é também se confunde com antipatia e outras coisas menos positivas. beijinhos

    ResponderEliminar