3 de novembro de 2012

A espontaneidade da gravidez

À pergunta : "Foi uma gravidez espontânea?", feita na maternidade eu e Mr. H segurámo-nos para não rir e respondemos qualquer coisa como "Bem...precisámos um do outro..". Sim porque da primeira gravidez nunca ninguém nos perguntou tal coisa e de gravidezes espontâneas a história só reza uma e mal contada...
A boa disposição instalada de parte a parte lá veio a contextualização: o aumento do número de gravidezes gemelares provem do maior número e melhoria das técnicas de reprodução clinicamente assistida, logo, interessa aos técnicos de saúde perceber se é o caso da nossa ou se foi obra e graça da natureza. Depois disto a questão já se repetiu por diversas vezes (em laboratórios, ecografias, outras consultas...) e já pude responder calmamente que sim, foi uma gravidez espontânea, muito espontânea.

4 comentários:

  1. :)
    gosto tanto da forma como escreves.
    que continue tudo a correr muito bem, e dentro de toda a espontaneidade!

    ResponderEliminar
  2. e que espontaneidade, logo dois;) deve ser tão bom, eu não penso ter filhos, mas se tivesse, gostava que fossem logo dois de uma vez:)

    ResponderEliminar
  3. Ana, toda a gente diz isso mas eu não recomendo... Nada melhor do que um bébé de cada vez na barriga :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar