30 de dezembro de 2012

Crónicas de uma nova vida #6

E eis que ao 38º dia de nascimento e às vésperas de Natal os meus pequenos grandes filhos tiveram alta. "Presente de Natal para esta mamã" disse o médico, e que presente! Um presente que, se por um lado me deixou radiante de felicidade, por outro me deixou paralisada de medo. Um medo terrível, não das fraldas, não das noites sem dormir, e do trabalho que adivinhava mas medo que algo nos fizesse ter de voltar para ali, para um sítio onde fomos a um tempo só esmagados de dor e muito felizes (penso que quem passou por uma experiência assim pode compreender esta ambiguidade). Foi dificil sair por aquelas portas como nunca imaginei que seria, senti que me cortavam outro cordão umbilical...
Agora estamos bem, muito trabalho, muito cansaço ( a exaustão que senti durante os primeiros meses do meu primeiro filho são peanuts comparados com isto), muiiiiito sono mas muito alegria ao olhar para estes meus pequenos heróis a crescer de dia para dia.
Difícil mesmo foi não ir a correr comunicar ao mundo a sua vinda para casa pois as orientações médicas foram muito claras: cuidado com as visitas, andar de colo em colo e ser beijocados por toda a gente, uma insignificância qualquer pode revelar-se uma grande complicação para estes bébés. Há medida que vão sabendo as visitas chegam mas são cautelosas e respeitadoras, tem sido fácil de gerir.
Não tão fácil é ter de tratar de 3 em simultâneo, tenho ficado sozinha amiúde e é a loucura: quando um chora, chora o outro; quando um tem fome o outro também; sujam as fraldas em sintonia; o mano quer atenção; demoram imenso a beber um pequeno biberon de leite devido à sua imaturidade na coordenação da sucção, deglutição e respiração; lava biberons; esteriliza biberons; ferve água; lava roupa; estende roupa; passa roupa and so on... às vezes de super-mulher a farrapo são 2 minutos de diferença mas por eles viro-me do avesso e atravesso o arame a fazer o pino e de olhos fechados e sei que vale a pena.

13 comentários:

  1. Que cresçam fortes e saudáveis no colo de sua mãe... :)))

    Bom ano em família! :)))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Malena, bom ano novo para ti também :)

      Eliminar
  2. Que boa noticia, mesmo nao a conhecendo torci para que esse dia chegasse depressa! Acredito que seja o mundo nas costas, mas só de já estar em casa com eles já é tão bom! Um beijinho e tudo de bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Magui, obrigada, carregava este mundo e o outro às costas se fosse preciso para os ter comigo, é mesmo bom! Beijinhos

      Eliminar
  3. Que bom... apesar do cansaço que imagino que seja muito vale bem a pena depois do sofrimento da espera... muitos beijinhos para vocês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, maravilhoso estar com eles finalmente em casa, compensa bem o cansaço é verdade! Beijinhos

      Eliminar
  4. Fico feliz pelos pequenos já estarem em casa com a família. Desejo-vos tudo de bom, que cresçam saudáveis, e muita força para ti.
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada L.B. eles dão-me força todos os dias! Beijinhos

      Eliminar
  5. Cat, muitos parabéns!

    Desejos sinceros de que tudo corra bem!

    Beijinhos e Feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. DNC, muito obrigada, feliz ano novo também para ti!

      Eliminar
  6. Cat, vim aqui deixar-te um enorme abraço de parabéns pelo teu amor a dobrar. Espero que tudo corra bem com esta nova etapa na tua vida e na vida dos teus filhotes.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  7. Ana C., obrigada, é uma nova aventura na qual corro de braços abertos! Um bom ano para ti a e tua família, que te traga muitos novos projectos e muita muita escrita, claro. Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Querida Cat,
    Fico muito, muito feliz por vocês.
    Que corra tudo pelo melhor. Que esses pequenos lutadores cresçam muito fosrtes e felizes junto da sua família.
    Um beijo grandes, grande.
    Bom ano*

    ResponderEliminar