16 de dezembro de 2012

Novembro

E Novembro já passou mas está-me para sempre na pele, no sangue, nas entranhas.
Os meus pequenos filhos já nasceram há um mês.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário