21 de janeiro de 2013

Famílias em part-time

Que há novos modelos de família já é sobejamente conhecido e moderadamente discutido: famílias monoparentais; famílias com duas mães ou com dois pais. Mas existe um outro tipo, em número crescente: o da família em part-time que é aquela que se vê de 3 em 3, de 4 em 4 ou de 6 em 6 meses, que se faz família em skypes, sms e telefonemas. Gostava de ver um estudo sobre os efeitos que tem essa "disfuncionalidade" na natalidade, na dinâmica social e até na economia de um país. 

2 comentários:

  1. Mas esse tipo de famílias já existe há muito tempo... em que o pai emigrava, em que não havia escola na aldeia e os filhos tinham de ir estudar "fora", etc. Só o skype, os sms e (em parte) os telefonemas é que são novos!

    ResponderEliminar
  2. De facto tens razão infinitiva mas talvez só agora essa realidade seja perceptível para mim. Beijinhi

    ResponderEliminar