11 de fevereiro de 2013

Matar saudades

Já não leio os bilhetes antigos e gastos; já não olho para as fotos felizes e cheias de promessas; já não visto aquele roupão que me fazia sentir próxima; já não ouço aquelas músicas. Estou a matar as  saudades.


1 comentário: