23 de outubro de 2013

Uniforme de mãe

Estou a ponderar começar a usar um uniforme. A ideia parece-me excelente. Basta lembrar o Steve Jobs, sempre de calça de ganga e camisola de gola alta preta, rápido a arranjar-se de manhã, rápido nas compras sem ter de pensar "com que é que isto se conjuga? E com que sapatos?", e económico.
A minha dúvida está entre uma bata tipo educadora de infância ou um fato de treino tipo aquelas mães americanas que passam no "What not to wear".  Já estou a imaginar levantar-me de manhã, lavar-me, olhar para um armário minimalista e decidir "hoje vou de fato de treino cinzento, guardo o preto para amanhã", nas meias nem tinha de pensar que as pretas são as mais práticas, calçar as sapatilhas, fazer o rabo-de-cavalo e voilá, pronta para a vida! Menos uma coisa em que pensar logo pela manhã é uma ideia muito agradável, tornar-me ainda mais invisível também.

2 comentários: