10 de setembro de 2010

À beira do estendal

Olho o meu estendal da roupa de novo com molas fruta cores, coisa que me irrita tremendamente mas que não tenho tempo nem paciência para contrariar,  e constato que não tenho obsessão de qualquer natureza nesta minha vida, nem com a casa, nem com o trabalho, nada... Também não tenho vícios, nada...

E o que diz isso de mim? Que sou saudável? Ou, pelo contrário, que sou acomodada, não suficientemente empenhada em nada, pouco determinada, meio-sal, que toda a vida me faltou saber bater o pé?

E no meio destas reflexões esta é a música que toca no ipod:


4 comentários:

  1. Olá Cat!
    Acho que significa que és única, genuína à tua maneira! E ainda bem que não tens vicios!:)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Uma vez ouvi a Rita Ferro dizer naquele programa Conversas de Raparigas: "Quando encontro um pessoa sem vícios desconfio sempre!".
    Todos temos Ana, nem que sejam compras, café, cinema.
    Cat, não és nada meio-sal. És culta e tens opinião.
    Beijinhjo

    ResponderEliminar
  3. Para obviar essas coisas um dia fui ao Continente, comprei molas todas iguais (transparentes), deitei fora as molas velhas e agora é muito mais fácil estender a roupa pois as molas são todas iguais, é só estender a mão mesmo sem olhar... não que estenda muito roupa, mas a que estendo fica mais ou menos alinhada. Recomendo: molas todas iguais nas cores e no formato!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Ana e Hugo, pensando bem tenho um vício sim, café, sem o qual é enxaqueca na certa! Pronto, já me sinto mais normal.

    Sofá Amarelo, já pus essa hipótese uma série de vezes mas quando vou às compras nunca me lembro ou é isso ou é forretice minha com pena de deitar as outras fora. Mas um dia...

    ResponderEliminar