21 de maio de 2013

As palavras não estão nada gastas

Eugénio de Andrade que me perdoe mas as palavras não estão gastas. O que lhes falta é forma onde encaixar e, nesse caso, e por excesso de leveza, leva-as o vento.

Sem comentários:

Enviar um comentário