31 de dezembro de 2012

Despedida

Despeço-me de um ano atípico, um ano que me levou às nuvens e me enterrou viva; um ano em que trabalhei muito numa metade e me vi obrigada ao repouso na outra; senti a maior solidão mas também fui abraçada de muitas formas por muitas pessoas; descobri novos super heroís; sonhei muito; chorei muito; esperei muito; houve despedidas e regressos, abraços feitos e desfeitos; inícios e desfechos; medo e coragem. Despeço-me dele da melhor forma.
Ano novo, vida nova nunca me fez tanto sentido.

2 comentários:

  1. Mas que ano! Confesso que fiquei com a lagrima no olho de ler os seus posts do nascimento dos meninos. Felicidades :)

    ResponderEliminar